Promoções

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

V Vitrine: GG - Sem Medo da Moda Praia


V Vitrine: GG - Sem Medo da Moda Praia: "Lá vem o sol!... E lá vai a bela, toda faceira com pele dourada e cabelos ao vento! Quando ela passa, até o sol faz pirraça, pra ficar por m..."

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Pés inchados na gravidez

especiais


Inchaço na gravidez é normal, mas evite

Em períodos de calor intenso, algo comum em se tratando de Brasil, as gestantes, especialmente as que estão no final do segundo trimestre, costumam reclamar muito que suas pernas estão mais pesadas, que aquela sandália confortável já aperta os pés e que os anéis e pulseiras já não entram mais.

O inchaço, chamado pelos médicos de edema, acomete principalmente os membros inferiores no início do sétimo mês de gestação. Isso acontece pela retenção de líquidos normal da gravidez e pelo útero, que, acompanhando o crescimento do bebê, começa a comprimir os vasos localizados na região pélvica (bacia), prejudicando o retorno do sangue que está nas pernas.

O sangue circula pelo corpo todo por vasos e é o coração quem bombeia esse sangue. Quando o sangue que está nos pés e pernas tenta retornar ao coração, encontra resistência, pois os vasos da região pélvica estão comprimidos pelo útero.

O excesso de líquido que estava no sangue, ao encontrar a resistência do retorno, extravasa pela parede dos vasos, causando o inchaço dos pés e pernas.

Sem pânico - Esse é um inchaço normal da gravidez e que as mamães podem ficar despreocupadas. Um trabalho de prevenção pode diminuir ou até nem deixar que o inchaço apareça.

O ideal é seguir algumas instruções antes mesmo de a mamãe engravidar. Excesso de peso facilita o aparecimento de inchaço, assim como o tabagismo e alimentação inadequada. Esse trio, aliás, prejudica o ser humano em todos os sentidos. Estar em forma com o peso e com a saúde tanto antes quanto durante a gestação são formas de evitar o inchaço.

Maneire no sal, mamãe - Para amenizar o problema do inchaço, a mulher deve reduzir o sal da alimentação. O sal é um dos fatores de retenção de líquido que leva a um maior inchaço. Fazer caminhadas ou hidroginástica com recomendação médica também ajudam a aliviar esse mal. O uso de meia elástica pode ajudar, mas são muito quentes para se usar no verão.

Normalmente, o inchaço aparece mais ao fim do dia, quando a mulher permaneceu muito tempo em pé ou sentada. A dica é elevar as pernas durante a noite. Coloque-as em cima de um banquinho levemente ou coloque um travesseiro embaixo do colchão para as pernas ficarem levemente erguidas. Isso ajuda no retorno do sangue e o sistema circulatório funciona melhor.

A mamãe deve ficar atenta se o inchaço for intenso, principalmente se afetar muito as mãos, braços e rosto, se o ganho de peso for grande, quando houver formigamento dos braços, limitação de movimentos dos dedos das mãos e dor na região da nuca.

Esses são sinais de problemas renais como diabetes gestacional ou pressão alta que podem aparecer isoladamente ou em conjunto. Essas alterações são perigosas para a mamãe e para o bebê.

Caso um médico não seja consultado e tomado os devidos cuidados, mãe e bebê correm risco de morte. A pressão alta pode levar a eclampsia (hipertensão e edema podendo ocorrer convulsão e coma).

Para finalizar, uma recomendação eterna do Guia do Bebê: faça um bom pré-natal, pois toda alteração pode ser percebida e corrigida a tempo de não prejudicar a saúde da mamãe e do bebê. Aproveite o calor sem inchaço!

Dicas

A mamãe deve beber bastante líquido, principalmente nos dias mais quentes. Ponha um travesseiro embaixo do colchão para as pernas ficarem levemente erguidas. Isso facilita na circulação do sangue.

Ficar durante muito tempo numa mesma posição pode aumentar o inchaço. O uso de meia elástica pode ajudar, mas são muito quentes para se usar no verão.

domingo, 26 de dezembro de 2010

meu bb com 32 semanas mais proximo de chegar






32 semanas de gravidez, kamile mais próxima de chegar



Não é de estranhar que você esteja se sentindo enorme. Do meio quilo que você deve estar engordando por semana, cerca de metade vai direto para o bebê. Ele está acumulando tecidos gordurosos e ganha um terço do peso com que vai nascer nas últimas sete semanas da gravidez. Graças a essa reserva de gordura, ele começa a ter um aspecto saudável e fofinho: que venham as bochechas!

nossa que dificuldades,ja ta ficando ruim até pra andar.

domingo, 19 de dezembro de 2010

lincença maternidade

LICENÇA MATERNIDADE - PROCEDIMENTOS



A empregada gestante tem direito á licença-maternidade de 120 dias, sem prejuízo do emprego e do salário.



PERÍODO DE PERCEPÇÃO



O salário-maternidade é devido à segurada da previdência social, durante cento e vinte dias, com início vinte e oito dias antes e término noventa e um dias depois do parto, podendo ser prorrogado.



VALOR



O salário-maternidade para a segurada empregada consiste numa renda mensal igual à sua remuneração integral.



NOTIFICAÇÃO AO EMPREGADOR



A empregada deve, mediante atestado médico, notificar o seu empregador da data do início do afastamento do emprego, que poderá ocorrer entre o 28o dia antes do parto e a ocorrência deste.



PARTO ANTECIPADO



Em caso de parto antecipado, a mulher terá direito aos 120 dias previstos na Lei.



GARANTIAS Á EMPREGADA GESTANTE



É garantido à empregada, durante a gravidez, sem prejuízo do salário e demais direitos:



I – transferência de função, quando as condições de saúde o exigirem, assegurada a retomada da função anteriormente exercida, logo após o retorno ao trabalho;

II – dispensa do horário de trabalho pelo tempo necessário para a realização de, no mínimo, seis consultas médicas e demais exames complementares.



INÍCIO DE AFASTAMENTO



O início do afastamento do trabalho da segurada empregada será determinado com base em atestado médico ou certidão de nascimento do filho.



PAGAMENTO DO SALÁRIO-MATERNIDADE



Para os benefícios requeridos a partir de 01.09.2003, tendo em vista a vigência da Lei 10.710/2003, cabe à empresa pagar o salário-maternidade devido à respectiva empregada gestante.



Para os benefícios requeridos até 01.09.2003, o pagamento do salário-maternidade era feito diretamente pela previdência social.



COMPENSAÇÃO DO VALOR DO SALÁRIO MATERNIDADE



MÃE ADOTIVA



VALOR DO BENEFÍCIO

RETENÇÃO DO INSS
Fonte;http://www.guiatrabalhista.com.br/guia/licenca_maternidade.htm

sábado, 4 de dezembro de 2010

minha gravidez

elis
Você está na 29ª semana de gravidez
Seu bebê
A evolução não pára dentro do útero. Os sentidos do seu bebê já estão operando quase em sintonia fina. Os órgãos continuam amadurecendo, e novas células se multiplicam a todo instante. Quem supervisiona tudo isso é o cérebro, que está cada vez mais ativo. Nesta semana, por exemplo, esse comandante-geral ganhou a tarefa de controlar o ritmo da respiração e a temperatura corporal do seu bebê. Pode ter certeza: o poderoso chefão está se saindo muito bem, obrigado. Sabe quanto o bebê está pesando? Por volta de 1,25 kg. Na 40ª semana, o peso médio será de 3,4 kg.

Veja a evolução da sua gravidez, etapa por etapa, no infográfico animado.

Sua gravidez
O tempo está voando, não é? Em apenas 11 semanas, tudo vai mudar e o seu bebê já terá nascido. Mas, até lá, você ainda tem muita coisa para fazer. Há sempre uma pendência que precisa ser resolvida. São cuidados com a arrumação do quarto, os brinquedos, o enxoval, as fraldas e os acessórios indispensáveis à criança. É por isso que, a partir de agora, além das dicas sobre saúde, alimentação e bem-estar, vamos lembrá-la de cada um desses preparativos para você não se esquecer de nada. Começaremos com a mala da maternidade, que, a esta altura, já deveria estar pronta. Confira os itens que não podem faltar para você e o bebê.




Ai gente to muito curiosa pra ver minha kamile,cada dia que passa,apesar do meu sofrimento de tantas coisas que tem mi acontecido,de tantas lagrimas o amor que ja sinto por ela supera tudo,amo vc d+++++ filha!